Mudando nossa percepção sobre câncer – Parte 3 – Thomas Seyfried e Metabolismo 15/10/2017

This post has already been read 1603 times!

Se você ainda não viu a série completa clique na Parte 2 para acessar o artigo anterior.

“Quantas vezes temos que cutucar e chutar um cavalo morto antes de concluirmos que ele não vai se levantar e sair andando?”

É o que questiona o biólogo e cientista Dr Thomas N. Seyfried sobre os milhões e milhões de dólares gastos com pesquisas científicas que buscam a origem do câncer nos genes e cujo objetivo é chegar ao tratamento e cura da doença, algo que segundo ele jamais será alcançado porque câncer não é uma doença genética.

thomas-seyfriedRespiro com alívio a medida que vou lendo e aprendendo que há  mais aspectos de câncer que estão dentro do nosso controle que eu jamais podia imaginar. E foi um momento significante da minha vida poder ouvir ele falar ao vivo aqui em Orlando dia 6 de Outubro 2017. Até consegui autógrafo no livro!   =D   eeeeeehhh!!!!  extra bônus! 

Dr Thomas Seyfried

Dr. Seyfried, geneticista bioquímico, autor do livro “Câncer: uma doença metabólica; sobre a origem, gerenciamento e prevenção do câncer.” publicado em 2012 dedicou 45 anos à pesquisa e tratamento de câncer. Neste fascinante tratado Dr. Seyfried deixa clara a evidência de que câncer não é uma ‘sina’ inevitável temida por todos.

Abaixo você pode conferir sua apresentação no congresso sobre câncer em Outubro de 2017 em Orlando.

Vamos começar com as estatísticas dos últimos anos que a Sociedade Americana de Câncer divulga anualmente. Veja que a coluna da direita que mostra as mortes aumentou o dobro mais do que o número de novos casos.

Cancer Statistics

Há que se perguntar: O que está acontecendo?

A única coisa que parece real é que quanto mais dinheiro é levantado pelas campanhas de pesquisa e prevenção ao câncer, mais câncer aparece. Há algo muito errado há muito tempo nesta equação. Eu atribuo este problema à percepção errônea desta doença.

Será que o câncer é uma doença genética nuclear ou uma doença do metabolismo da mitocôndria? A mitocôndria é responsável pela geração de energia e sem energia não há vida. As pesquisas focam no núcleo porque é lá que as mutações principais aparecem, apesar de que existem canceres que não mutam o núcleo da célula e é bom que você saiba disso.

A resposta desta pergunta vão determinar se conseguiremos baixar o número de mortes das estatísticas acima.

O problema é o dogma de que câncer é genético e é resultado de uma série de mutações no núcleo da célula que a deixa se proliferar incontrolavelmente e mudar seu comportamento radicalmente.

No desenho que eu compus abaixo eu estou mostrando o que foi testado em laboratório. Os 2 primeiros exemplos são simples e claros, cada célula gera mais células idênticas. No terceiro desenho, nós inserimos um núcleo canceroso numa célula com citoplasma normal e gerou células normais. No quarto desenho nós  inserimos um núcleo saudável em uma célula cancerosa e ela se proliferou como uma célula cancerosa.

thomas-seyfried

Estas transferências nos deram uma clara visão do quadro da origem do câncer. Se câncer fosse uma doença de origem genética nuclear os resultados do experimento 3 e 4 não teriam sido estes. Esta é a mais clara evidência que temos hoje e ainda assim os institutos de pesquisa continuam estudando o aspecto nuclear genético das células em câncer.

Em 1956 Otto Walburg citou as seguintes conclusões dos estudos dele:

  • Cancer surge de respiração celular danificada;
  • A célula consegue energia atráves de fermentação para compensar a respiração insuficiente;
  • As células cancerosas continuam a fermentar o lactato mesmo quando oxigênio volta a estar disponível. (Walburg effect);
  • Fermentação acentuada é o mal metabólico característico de todas as células cancerosas.

Nossa respiração é responsável por 80% da energia que precisamos para viver.

Então como é que adquirimos câncer?

Algo acontece com a função de respiração da célula. Quando o oxigênio declina a fermentação aumenta. Dai a célula passa pela mutação e passa a funcionar como ela funcionava há milhões de anos atrás, antes que o oxigênio existiu. A partir daí elas só morrem quando acaba o combustível que é o resultado da fermentação. Um organismo acídico priva as células de oxigênio e promove a fermentação que também gera inflamação que segundo muitos cientistas á a unica doença. As células normais morrem quando expira o prazo de validade, ela se auto destrói, apoptose, lembram disso? As células cancerosas por sua vez são bem difíceis de matar. Uma maneira de prejudicar as células cancerosas é limitar o seu combustível e podemos fazer isso atrávez da dieta cetogênica e restrição calórica. Vamos dar ao câncer um combustível que ele não consegue usar, algo que não fermenta: cetonas. E a célula não consegue usar as cetonas porque não tem uma mitocôndria boa para fazer isso.  Quando ele passa fome, ele se torna vulnerável a outras formas de ataque.

Quanto mais açúcar, mais rápido o tumor canceroso cresce. Quanto menos açúcar, mais lentamente ele cresce. Por que isso é tão difícil de se entender? Por que os oncologistas não prestam atenção a isso? Eles dão sorvete às crianças após quimioterapia!

Então o que causa fermentação e provoca acidez no organismo? Açúcar. Tudo o que é doce tem glicose e ou fructose. Você quer se vacinar contra câncer? Elimine açúcar da sua vida definitivamente. Eleve frutas com alto teor de açúcar à posição de sobremesa especial e comprometa-se a banir alimentos processados, industrializados de uma vez por todas, exceção permitida somente às pessoas que tem um corpo reserva para usar no caso do seu corpo atual vir a sucumbir ao câncer. Não é o seu caso? Então pense bem cada vez que você se alimentar. Os alimentos industrializados são pobres em nutrientes e não têm condições de manter nosso corpo nutrido e funcionando perfeitamente. Além dos alimentos que consumimos pela boca, outro fator que temos que considerar são as toxinas ambientas presentes no ar que respiramos, os produtos que tocamos e que entram em contato com nosso corpo. Até mesmo os colchões têm químicos anti chamas considerados cancerígenos. Chega um ponto que nos sentimos totalmente sem saída, mas lembre-se que temos um equipamento de alta precisão para nos proteger contra agentes agressores: o sistema imunológico. Uma pessoa com sistema imunológico perfeito não adquire câncer. Basicamente, câncer ocontece quando um organismo está desnutrido e intoxicado. Dadas as condições adequadas, nutrição e desintoxicação construirão um sistema imunológico forte o suficiente para gerenciar a disfunção cancerosa.

Complicado? Vou me arriscar num explicação bem simples. Não é literalmente científico o que eu vou relatar, mas é um esforço para facilitar o entendimento do fenômeno e se algum oncologista estiver lendo isso aqui, ele provavelmente vai revirar os olhos, mas vamos lá.

O câncer ocorre a nível celular. Cada célula nasce, executa suas funções e morre em um determinado número de dias. Em um organismo ácido, intoxicado com metais pesados e outros agentes agressivos, desnutrido e desequilibrado o nível de oxigênio que alimenta nosso sistema cai muito:  isso é o processo inflamatório. A célula usa oxigênio como combustível e na falta dele ela é obrigada a se adaptar ao ambiente. Ela passa então a utilizar açúcar e resíduos do metabolismo do açúcar como energia. Outra modificação fundamental ocorre: ela desliga a apoptose. Apoptose é o cronômetro que cada célula tem que avisa quando a data de expiração chegou e “puff” a célula morre. Quando a célula se torna cancerosa, ela não morre mais e se replica infinitamente. Uma alteração muito bizarra, ela não só vive para sempre como dedica-se a matar quem lhe alimenta multiplicando-se infinitamente. Bem similar aos políticos corruptos no Brasil, não é mesmo? O aglomerado de células cancerosas agora viram um tumor, no caso de câncer que se manifesta desta maneira. Este agrupamento de células tem muita fome e muita necessidade de combustível e elas começam a construir seu próprio sistema vascular para alimentar sua voracidade. Isso se chama angiogenesis. Parecido com grupos de pessoas que invadem as terras que não lhe pertencem, começam a abrir caminhos e estradas e começam a depredar e devorar tudo… ou isso soa mais como a colonização do Brasil? hhmmm um pouco parecido.

Enfim, agora sim, a confusão está criada porque o sistema imunológico do cidadão acima não reconhece que há algo errado, sabe por que? Quer tentar adivinhar? Porque estas células de comportamento bizarro ( não vou mais chamar elas de cancerosas e sim de células criativas) se escondem debaixo de uma capa protetora e o sistema imunológico não as vê. Quando a ronda policial passa, os criminosos sempre se escondem, não é? ou se disfarçam de cidadãos comuns pra não dar na vista.

Puxa, que situação: ela usa outro combustível, não morre mais, se replica indefinidamente, tem um apetite voraz a ponto de construir seu sistema vascular para trazer mais combustível e alimentar a milícia que cresce sob a proteção de um escudo que a torna invisível. Parece coisa de Star Wars!

Você pensou o que eu pensei? E se cortar o combustível, esta célula criativa morre? Morre. Ela morre de fome antes do hospedeiro, que é a pessoa com câncer.  Já viu um filme em que um grupo de náufragos passa dias, semanas sem comida? Ou desastre aéreo em regiões remotas em que os sobreviventes se encontram na mesma situação? Se o socorro chegar em 1o dias, 15 dias, dentro da condição que a pessoa não está gravemente ferida, ela não vai morrer de fome se tiver água pra beber, concorda? Aliás jejuar é uma prática sagrada citada em todas as religiões. Se a moral da história é que jejuar mata o câncer, então porque isso não é divulgado? Isso é assunto para outro artigo e a solução não é tão simples assim, mas cortar o combustível dos “guerrilheiros” é a porta de entrada para aprevenção, reversão, gerenciamento,  e cura desta disfunção celular.

Você percebeu como o assunto ficou até mais leve? Não é mais câncer, é disfunção celular. Bem mais simpático! E bem mais esperançoso porque uma disfunção pode geralmente ser corrigida. Quando sabemos qual é o problema de um equipamento sabemos o que deve ser feito para consertá-lo. Sim, eu sei! O buraco é mais embaixo e o negócio é mais complexo que isso, mas deu pra clarear um pouco o mistério?

O que estou expondo neste artigo não é conselho para você começar imediatamente um jejum se você tem câncer e esperar que em 10 ou 15 dias você esteja curado, por favor não interprete desta forma. O tratamento do Dr Seyfried incorpora outras técnicas como inibidor de glutamina,  a dieta cetogênica e terapia de oxigenação. A teoria que o Dr Seyfried está expondo é que o câncer é uma disfunção metabólica a nível celular e não uma infeliz cartada genética que lhe foi injustamente entregue sem lhe consultar se você estava preparado para o desafio ou não.

Cada forma de câncer se comporta de maneira diferente e cada pessoa reage de maneira diferente dentro de um mesmo tipo de câncer. Não existe tratamento em tamanho único porque o fator epigenético ( o que ocorre fora da jurisdição genética) tem peso muito grande no aparecimento e na recuperação desta disfunção celular.

Aqui vemos alguns exemplos de testes de laboratório que mostra a redução de tumor ao se cortar o combustível que alimenta os tumores e aplicar terapia de oxigênio, dieta cetogênica que é baixa em açúcar e carboidrato e a combinação das duas.

rats

Abaixo a reversão de tumor no nariz de um cão com a dieta cetogênica crua e restrição calórica ( jejum).

dog-cancer-tumour

Enfim, a mensagem é… há muita coisa que pode ser feita quando o diagnóstico do câncer aparece na vida de  uma pessoa para que o paciente tenha qualidade de vida, recuperação e ou cura sem passar pelo sofrimento de alta toxicidade dos tratamentos convencionas de radiação e quimioterapia. E cada vez mais as pessoas estão acordando para este caminho.

Se você  conhece alguém que possa se beneficiar destas informações, por favor compartilhe.

E se você ainda não cadastrou seu email na nossa página inicial para receber os próximos artigos direto na sua caixa de emails, agora é a hora!

Conte-me o que achou deste material no campo de comentário abaixo. Eu gosto muito de ler o que vocês têm a dizer e eu responderei a todos os comentários. Saúde a todos!

Clique aqui para ver a Parte 4


Meu nome é Cristine e este blog é para você. Ele também representa um novo começo para mim.

Sou apaixonada por saúde, moro na Florida, USA e administro nossa empresa de exportação.
2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.