Pão Fermentado (Sourdough) 15/08/2013

pao-fermentado

Na minha caminhada de aprendizado sobre saúde eu aprendi uma ou duas coisas sobre carboidratos. Uma das maiores surpresas tive quando descobri que o pão integral de hoje em dia que leva a fama de “pão saudável”  é uma grande enganação. Isso mesmo! É mentira!!! Este foi o momento em que bateu o pânico. “Se nem pão integral, que eu consumo há 15 anos é saudável, então estamos perdidos mesmo” – pensei.  Depois de começar a investigar este conceito para prová-lo errado, entendi o que faz do pão integral um perigo à saúde.

Todos os grãos, que também são sementes tem uma camada protetora que é naturalmente tóxica e serve como proteção para o grão. Esta toxina torna o grão, ou semente indesejável a predadores dando assim uma chance para a semente alcançar solo fértil antes de ser devorada. No caso do trigo, esta toxina está na casquinha morena do grão e se chama ácido fítico. O ácido fítico é um anti nutriente e um forte quelante de minerais importantes como o cálcio, magnésio e zinco e portanto pode contribuir para deficiência destes minerais em pessoas cuja dieta é baseada principalmente em alimentos que contêm ácido fítico. Resumindo: Cada vez que comemos pão integral, estamos cultivando no mínimo osteoporose, não mencionando outras condições metabólicas derivadas da falta de minerais essenciais. Isso porque o nosso corpo vai buscar no nosso “estoque” que pode ser nossos ossos, os minerais citados que vão quelar ( se grudar) ao ácido fítico para poder ser eliminado do nosso organismo. Você ouviu isso? Comer pão integral elimina minerais! Quantos de nós achava que comer pão integral era uma coisa responsável? Aham! Eu também. Pois ele não só elimina minerais, mas o aspecto “nutritivo” do trigo integral não consegue nem ser assimilado pelo nosso sistema digestivo devido à presença do ácido fítico! E agora? Qual é a nossa opção?

Comer pão integral preparado da maneira correta. Da maneira que se fazia antigamente: fermentando a massa. O processo de fermentação elimina o ácido fítico e permite que os nutrientes se tornem altamente disponíveis para assimilação pelo sistema digestivo. Outra maneira de eliminar o ácido fítico é deixar os grãos ou sementes de molho em água por aproximadamente 8 horas e depois secá-los num desidratador ou germiná-los em um germinador. Nada disso é tão complicado quanto parece. Eu trabalho o dia todo tocando minha exportadora de auto peças e ainda assim consigo gerenciar estas tarefas. Uma vez que se aprende, você verá que a natureza faz a maior parte do trabalho pra você, basta ter um pouco de gerenciamento. Mas isso é material pra outro post. Vamos ao que interessa.

fermento

Receita de Pão – faz 2 pães

Ingredientes:

  • 1 xícara de fermento inicial orgânico
  • 3 xícaras de água morna
  • 2 xícaras de água fria
  • 1 colher de sopa de sal
  • 9 xícaras de trigo moído na hora ( trigo começa a perder nutrientes para o ar 15 minutos após moído). Se você nao utlizar o trigo na hora, guarde no freezer.

Se você quer assar os pães à noite, comece esta receita à noite. Se você quer assar de manhã, comece a receita de manhã.

Tire o fermento da geladeira por 1 hora e numa panela ou recipiente que tenha uma tampa firme, misture 1 xícara de fermento com 3 xícaras de trigo e 3 xícaras de água morna. Misture bem até a mistura ficar homogênea, cubra e coloque na geladeira. O ideal é usar recipientes de esmalte ou inox ou vidro. Nunca em plástico ou alumínio.

pao1

Na manhã seguinte retire o seu recipiente da geladeira com a massa inicial e acrescente 5 xícaras de trigo, 2 xícaras de água fria e o sal. Dependendo do tamanho do seu recipiente, você terá que transferir tudo para uma bacia grande para poder misturar bem. Acrescente a última xícara de trigo aos poucos. Talvez neste ponto você terá que transferir a massa para uma superfície onde você pode arregaçar as mangas e amassar o pão! Tente ficar dentro da margem dos 5 a 10 minutos no máximo.

pao2

Divide a massa em 2 bolas, dê um acabamento bonito e coloque os pães em formas untadas com óleo de coco expelido ( sem saber, sem cheiro) ou banha, ou manteiga. Cubra os pães com uma toalha de louça úmida e mais uma seca. Os pães vão crescer pelas próximas 12 horas.

À noite ligue o forno em 190 graus Celsius e já coloque os pães no forno para aquecerem junto com o forno. Ligue seu cronômetro para 50 minutos e… espere para ver um par de pães dourados e cheirosos.

pao4

Retire das formas imediatamente e pincele óleo de coco expelido (sem cheirou e sem sabor) por toda a superfície do pão, coloque-os de volta nas formas e cubra com uma toalha úmida e outra seca. Deixe que esfriem assim, para não ressecarem.

Este pão se mantém fresco por uns 3 ou 4 dias. Se você nao conseguir comer tudo, fatie e congele. Eu gosto de fatiar e congelar logo após esfriarem. E sempre que quero uma fatia, a aqueço na torradeira!.

pao5

Bom proveito!!!


Meu nome é Cristine e este blog é para você. Ele também representa um novo começo para mim.

Sou apaixonada por saúde, moro na Florida, USA e administro nossa empresa de exportação.
37 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *