PROTEÇÃO SOLAR: SIM OU NÃO? 04/11/2016

Proteção Solar:

Sim ou não?

Hhhmmmm…. estamos todos tão condicionados a dizer sim, que nem tomamos um minuto para ponderar se protetor solar químico faz bem pra gente!

Se cuidamos com o que botamos pra dentro do nosso corpo pela boca, também temos que ser criteriosos com o que botamos pra dentro do nosso corpo através da pele. A pele pode absorver o que é aplicado sobre ela e os químicos contidos nas loções vão para nossa circulação sanguínea, fígado, pâncreas, cérebro.  Já pensaram nisso?

Atualmente eu tento pegar mais Sol e usar menos protetor solar químico. Quando estou exposta ao Sol com radiação ultra violeta mais potente eu me protejo com a camisa da ExtremeUV que adoro!

CAMISA

Ela é feita para proteger dos danos solares, o tecido é macio e leve, deixa escapar facilmente o suor e não gruda, facilitando os movimentos. Com esta camisa eu passei a curtir mais o tempo ao ar livre e quando o índice UV é apropriado posso tirá-la e receber a vitamina D que vem de graça do céu. Passar algumas horas na praia, sempre foi muito difícil pra mim, porque eu tinha que me cobrir de loção protetora que sempre me fazia sentir desconfortável. Agora entendo o porquê e faço das loções químicas minha última alternativa.

Em um artigo escrito por Sarah Cimperman, Médica Naturopática, publicado na “Well Being Journal”, revista Jornal do Bem Estar, edição de Novembro e Dezembro 2013, sobre esta questão, ela traz à tona questões óbvias que cada um de nós deveria há muito tempo ter considerado e é este artigo, traduzido parcialmente para o Português que você pode ler abaixo.

Tire suas próprias conclusões: duvide, investigue, estude, faça o seu dever de casa.

A deficiência geral de vitamina D tem feito com que alguns experts recomendem mais tempo de exposição solar, enquanto outros mantêm que deveríamos passar menos tempo ao sol. Para complicar as coisas, relatórios sugerem que protetores solares designados para prevenir câncer de pele podem na verdade causar câncer de pele. Antes de se expor ao ar livre, entenda os riscos verdadeiros  e benefícios de protetores solares e aprenda a usá-los sabiamente.

Protetor seguro

Produtos com proteção solar podem conter ingredientes que podem provocar reações alérgicas, perturbar hormônios e danificar o DNA. DNA danificado nem sempre causa câncer, mas aumenta o risco de desenvolvê-lo. Componentes a evitar incluem: sulisobenzone, ensulizole, octocrylene, octinoxate, methoxycinnamate, octyl methoxycinnamate, hemosalate, PABA e PABA esters, Padimate O, 4-methylbenzylidene camphor, 3-benzylidene camphor, and benzophenone-2, -3 e 4.

A preocupação também cresce com nano partículas, que são adicionadas à alguns produtos que usam óxido de zinco e dióxido de titânio para proteger a pele da radiação UVA e UVB. Estes ingredientes dão a cor branca às loções protetoras e podem fazer a pele ficar mais branca também. Para minimizar este efeito, óxido de zinco e dióxido de titânio podem ser usadas na forma de nano partículas, que por serem tão microscópicas, são medidas em nanômetro ( 1 bilhões de nanômetros compõe 1 metro). O tamanho minúsculo destas partículas faz com que elas se tornem transparentes e assim a loção fica transparente também.Relatórios sugerem que nano partículas possam interagir com os raios solares e aumentar o risco de danos às células da pele, mas resultados de pesquisas mostram resultados mistos.

Estudos mostram que uso regular de protetor solar não reduz o risco do melanoma maligno.

Enquanto protetores solares podem prevenir queimaduras, eles não protegem a pele dos danos resultantes à exposição solar, e na maioria das vezes não protegem contra câncer. Estudos mostram que o uso regular de protetor solar pode reduzir o risco de um tipo de câncer –  squamous-cell carcinoma – mas não reduz o risco do câncer mais comum – basal-cell carcinoma –  ou o mais mortal de todos –  melanoma maligno.

Embora pessoas que usam protetor solar estão mais protegidas de queimaduras, elas também estão propensas a prolongar a sua exposição ao sol. Muito tempo de exposição ao sol significa mais risco de câncer, então usar protetor solar pode indiretamente aumentar o risco de desenvolver câncer, independente de qualquer aditivo químico tóxico nas loções.

Terapia Solar

Muito sol pode ser danoso, mas sol na medida certa é necessário. Ele dispara diversas chamadas bioquímicas benéficas no nosso corpo que regulam nosso ritmo circadiano, metabolismo e humor e estimula a produção de vitamina D, que fortalece nossos ossos bem como nosso sistema imunológico.

Se você não passa tempo suficiente no sol ou usa protetor solar demais, sua pele não consegue produzir vitamina D. Baixos níveis de vitamina D é um fator de risco para o desenvolvimento de câncer. Um estudo chinês mostra que pessoas que passam mais tempo no sol têm menos incidência de morte por câncer devido à níveis mais altos de vitamina D. Exposição moderada ao sol não apenas reduz o risco de câncer de pele como também muitos outros tipos de câncer como o de pulmão, de mama, bexiga, esôfago, estômago, fígado, intestino e reto.

Além de vitamina D, nosso organismo tem outro mecanismo próprio para nos proteger do sol: melanina. É o pigmento na nossa pele que age como anti oxidante e neutraliza radicais livres instáveis resultantes da radiação ultravioleta que danifica DNA e torna as células cancerosas. Pessoas com pele mais escura naturalmente produzem mais melanina do que pessoas com pele mais clara.  Mais melanina (mais bronzeado moderado)significa menos radicais livres, menos DNA danificado e redução de risco de câncer.

Sol Seguro

Pegar sol é tão importante quanto respirar ar fresco e beber água pura. Estas cinco dicas ajudarão você a curtir o sol com segurança, cultivar sua vitamina D e minimizar seu risco de desenvolver câncer:

  1. Passe tempo exposto quando o sol está menos intenso. O índice de UV ( ultra violeta) varia de 1 a 11, baixo a extremamente alto. As manhã de inverno têm índice UV baixo, o meio dia do verão tem index extremo.  Ficar no sol quando a radiação UV é baixa não requer nenhuma proteção. UV moderada requer proteção. Se a radiação UV é extrema, vá para dentro ou cubra-se com mangas longas, calça comprida e um chapéu. (Melhor ainda se você estiver protegido com as camisas da ExtremeUV, minha opção favorita! ) Raios solares fortes também podem danificar seus olhos e aumentar o risco de degeneração macular, então é bom você usar óculos escuros, especialmente quando o index UV é moderado e alto (entre 11hr e 14hr no verão).
  2. Opte por protetor solar não tóxico (mais e mais opções estão entrando no mercado a cada ano) com fator proteção entre 15 e 50 que bloqueiam raios UVA e UVB. Minha querida amiga Luciana Bittencourt, farmacêutica e dona da Newfarma em Rio do Sul, SC produziu esta fórmula natural especialmente a meu pedido e posso dizer que usei, funcionou e amei!  Mande-me uma mensagem agora e providencio um pote de protetor pra você por apenas R$……… Evite os produtos em forma de spray que podem ser inalados e ir direto para a corrente sanguínea. Fatores acima de 50 não são recomendáveis por darem uma falsa ideia de super proteção e acaba gerando abuso do tempo de exposição.  Lembre-se de aplicá-lo também sobre mãos, pés e orelhas. E use também protetor labial.
  3. Use bastante cautela em altas altitudes, perto de água, neve, gelo e vidro. Radiação UV aumenta perto da água e areia que refletem os raios. Proteja-se ao viajar em janelas de aviões, trens e automóveis.
  4. Consuma alimentos abundantes em antioxidantes coloridos tais como amoras, tomates, vegetais crucíferos e chá verde. Certos compostos encontrados em frutas, vegetais, chá verde e ervas como o alecrim podem proteger a pele contra efeitos danosos dos raios UV sem interferir com a produção de vitamina D. Estes alimentos têm efeitos anti-inflamatório e antioxidante que minimizam os danos causados por envelhecimento e ajudam o sistema imunológico que previne câncer. Se você não os consome ainda, comece já!

 

Protetor Solar

Acima você pode ver a lista dos ingredientes no protetor solar  50 gr que Luciana fez pra mim por R$35. Fácil compreender!

Comparada com a lista de um protetor comercial, eu prefiro saber o que estou consumindo. Veja:

WATER – Água
MEDIUM-CHAIN TRIGLYCERIDES  – Triglicerideos de cadeia média
ISOHEXADECANE – Isohexadecano ou isoparafina
BUTYLOCTYL SALICYLATE –
CETYL PEG/PPG-10/1 DIMETHICONE – Silicone, qual tipo específico não sei dizer
SODIUM CHLORIDE – Cloreto de sódio
ETHYLHEXYL METHOXYCRYLENE – Avobenzona (etilexil metoxicrileno)
DIMETHICONE – Dimeticona (são silicones, há vários tipos deles)
CAPRYLYL GLYCOL Gliceril caprilato ou caprilato de gliceila
POLYETHYLENE GLYCOL 400 – Polietilenoglicol 400 (PEG 400)
ALUMINUM OXIDE – Óxido de alumínio
GLYCERIN – Glicerina
SODIUM CITRATE – Citrato de Sódio
ALPHA TOCOPHEROL ACETATE (acetato de alfa tocoferol – vitamina E)
ALOE VERA LEAF – Folha de babosa
PHENOXYETHANOL – fenoxietanol (conservante)
TITANIUM DIOXIDE – Dióxido de titânio
ZINC OXIDE – Óxido de zinco

Por isso quero terminar este artigo com uma sugestão muito importante: estudem, pesquisem, duvidem, façam a sua parte e aproveitem o sol!

Paul, Gab, Mopar pool Oct 06


Meu nome é Cristine e este blog é para você. Ele também representa um novo começo para mim.

Sou apaixonada por saúde, moro na Florida, USA e administro nossa empresa de exportação.
2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *