Vivendo com Ácido Fítico – Parte III 08/11/2013

Trigo Integral, Continuação da Parte II 

Minha mãe recentemente foi diagnosticada  com desnutrição em um nível considerável. Ficamos todos muito surpresos pois sempre achávamos que comíamos bem. Uma conhecida minha acabou de ser diagnosticada com anemia, apesar de dizer que se alimenta muito bem. Cada vez mais pessoas estão descobrindo e se surpreendendo com este tipo de problema. Não posso deixar de considerar que a dieta rica em ácido fítico tenha tomado sua parte na causa destes diagnósticos. Veja abaixo:


474854_371598079549493_193838570658779_1073665_1548223995_o

EFEITOS PREJUDICIAIS

Dietas com alto teor de fitato resultam em deficiências minerais. Em populações onde os cereais constituem uma importante fonte de calorias, o raquitismo e a osteoporose são comuns. Leia Mais

1 Comentário

SOBRE O COLESTEROL 02/11/2013

“A gordura que se come tem um impacto muito pequeno nos níveis de colesterol no seu corpo. Isto é um fato, não minha opinião. Qualquer um que disser o contrário é, na melhor das hipóteses, ignorante sobre o assunto. Na pior das hipóteses, eles são charlatães deliberados. Há  vários anos as Linhas de Orientação Canadense removeu esta limitação do colesterol alimentar. O resto do mundo, especialmente os Estados Unidos, precisa se orientar.”  (Peter Attia, doutor médico da Eating Academy.com, “A enganação do Colesterol” Parte 1)

Um dos maiores choques que tive ao entrar no mundo dos alimentos reais e saúde de verdade foi aprender que Colesterol não só é bom, mas é vital para nossa saúde e que a droga precrita para regular colesterol é muito prejudicial aos neurônio e deve ser usada com muita precaução em casos muito graves, ao contrário do que se vê hoje onde em quase cada casa tem alguém tomando estatina. É quase um modismo! Leia Mais

3 Comentários

Vivendo com Ácido Fítico – Part II 28/10/2013

Continuando a parte I , veja aqui como comer pão integral comercial pode contribuir para osteoporose! Chocante! Para se livrar do ácido fítico o seu organismo vai buscar nas reservas ósseas o fósforo, magnésio e cálcio. Esta foi uma das maiores, senão a maior revelação de tudo o que aprendi até hoje sobre nutrição. E não chegou até mim por nenhum médico ou nutricionista, mas pela minha amiguinha, de na época 14 anos que descobriu este artigo.

Espero que aproveitem:


FITATOS NOS ALIMENTOS

…você perde cálcio e não absorve fósforo.

Lembra da mania de pão de farelo de aveia? … é uma receita para severa perda óssea e problemas intestinais devido ao elevado conteúdo de ácido fítico.pao-intregal-acido-fitico

Ácido fítico está presente em grãos, sementes, nozes e cereais – especialmente no farelo e casca externa; fitatos também são encontrados em tubérculos e vestígios podem ocorrer em certas frutas e vegetais  como feijões verdes e bagas.

Até 80% do fósforo – um mineral vital para ossos e saúde – presente em grãos são presos numa fórmula como fitatos inválidos. Quando uma dieta incluindo mesmo pequenas quantidades de fitato é consumida, o corpo irá disponibilizar cálcio para agregar ao ácido fítico e formar complexos insolúveis de fitato. O resultado é que você perde cálcio e não absorve fósforo. Além disso, a pesquisa sugere que vamos absorver aproximadamente 20% mais de zinco e 60% mais de magnésio de nossos alimentos na ausência do fitato. A quantidade de fitato em cereais, nozes, legumes e sementes  tem uma grande variação, os níveis que as pesquisas encontram quando analisam um alimento específico provavelmente vai depender das condições de crescimento, técnicas de colheita, métodos de testes e processamento e ainda a idade do alimento testado.

O ácido fítico estará em maior nível em alimentos cultivados com o uso de modernos fertilizantes com alta taxa de fosfatados do que os cultivados com compostos natural.

Sementes e farelo são a maior fonte de fitatos, contendo duas a cinco vezes mais fitato do que algumas variedades de soja, as quais sabemos serem muito indigestas sem passarem por longo período de fermentação. Lembra da mania de pão de farelo de aveia? A advertência para comer farelo, ou alimentos com alto teor de fibras contendo diferentes tipos de farelo, é uma receita para severa perda óssea e problemas intestinais devido ao elevado conteúdo de ácido fítico. Matérias-primas não fermentadas como sementes de cacau e cacau em pó normal são  extremamente elevados em fitatos. Chocolates processados também podem conter os fitatos. Chocolate branco ou manteiga de cacau provavelmente não contêm fitatos. Mais evidências são necessárias como o teor de fitato em chocolates preparados e chocolate branco. Sementes de café também contêm ácido fítico.

Veja a Parte III

5 Comentários

Vivendo com Ácido Fítico – Parte I 20/10/2013

O artigo traduzido abaixo foi o que iniciou toda esta busca por alimentação tradicional, todos os questionamentos sobre alimentos modernos, sobre a idoneidade dos ingredientes dos produtos que enchem as prateleiras dos supermercados, sobre querer ter o direito de decidir sobre minha saúde e até que onde este direito vai.

Não consigo expressar surpresa e decepção suficiente em relação ao fato de que eu nunca havia ouvido falar em Ácido Fítico e pior: ninguém que eu conheço sabia de sua existência e efeitos negativos sobre nosso organismo.

Ficou tudo muito mais claro… obesidade, diabetes, osteoporose, alergias alimentares, dores de cabeça, dificuldades digestivas, constipação, e tantas outras condições crônicas que aprendemos a aceitar como normais podem iniciar seu caminho reversível se prestarmos atenção a este componente natural que está na mesa de todo mundo.

Portanto aqui está o artigo que mudou minha saúde, minha lista do mercado e a maneira como vejo a política da indústria de alimentos.


Escrito por Ramiel Nagel

Sexta-feira, 26 de março de 2010 16:09

Preparando  cereais, nozes, sementes e grãos para máxima nutrição.

Ácido fítico em cereais, nozes, sementes e grãos representam um sério problema em nossa dieta atual.   Leia Mais

3 Comentários