Posts da Categoria: Receitas

Bolo de cenoura sem trigo 06/07/2018

Fazer bolo sem trigo era inconcebível pra mim até 2013. Nem sabia que era possível!  Bolo sempre foi uma mistura de trigo com mais ingredientes e desde que comecei a estudar mais sobre saúde e sobre como funciona o sistema digestivo aprendi que bolo pode ser feito sem trigo para pessoas que por diversas razões queiram evitar o glútem.

Atualmente as pessoas estão com os sistema digestivo debilitado devido à toxicidade do ambiente, dos alimentos processados e falta de alimentos naturalmente fermentados ( os probióticos) e de alimentos naturais (vegetais e frutas cruas, gorduras e proteínas de boa qualidade). Com este quadro agravante, consumir alimentos fáceis de digerir é uma ótima ajuda para o seu organismo. O trigo é consumido pelos humanos há milhares de anos, mas não da maneira que ele é produzido e processado nos últimos 50 anos, por isso tanta gente está desenvolvendo a intolerância à proteína do trigo – o glútem.

Além do trigo estar envenenado pelos agrotóxicos da lavoura ele é submetido à processos de refinamento duvidosos que removem a parte nutritiva e necessária para a digestão do glútem com fins de prolongar o tempo de estocagem. Juntando isso ao estado debilitado do sistema digestivo de 85% da população, muitas pessoas descobriram que viver sem trigo faz bem. De repente elas se sentem melhores, mais leves, menos dor de cabeça, mais energia, etc.

A médica Russa Dra Natasha McBride explica em seu livro “Gut and Psychology Syndrome” ( a síndrome do intestino e psicologia) como a digestão do trigo no intestino de pessoas com flora bacteriana fraca ou ruim pode causar reações químicas que afetam o cérebro e causam efeitos similares aos causados por opioides. Falta de foco e atenção são rompantes entre as crianças atualmente. Eliminar o trigo processado pode ser uma das inúmeras providências a serem tomadas para reverter esta síndrome nas crianças e também adultos.

Este bolo vem da coleção de receitas recomendadas dentro do programa GAPS (Gut and Psychology Syndrom) e diga se de passagem, não cai nada baixo no ranking de bolos Gourmets que já experimentamos. Ele é super denso (como tudo da linha GAPS)! Por isso guardo ele fatiado no freezer pois leva dias para consumir um bolo destes inteiro em 2 pessoas. Esta receita é do livro “Heal Your Gut Cookbook” de Hilary Boynton e Mary Brackett.

Leia Mais

Comente

Leite dourado 24/06/2018

A Cúrcuma/ Açafrão é uma nova adição à minha cozinha.

Aprendi que ela é um dos anti-inflamatórios mais poderosos que podemos facilmente adicionar à nossa dieta contribuindo positivamente para o bem estar geral do seu corpo. Já que toda doença tem origem em um estado inflamatório, por que não vacinar-se diariamente com este elixir da boa saúde?

Uso um pedacinho da raíz crua nos sucos de vegetais, nos smoothies com folhas verdes, mas atualmente estou apaixonada pelo Leite Dourado. Tão fácil de fazer…

INGREDIENTES:

  • Leite de côco  , leite de amêndoa ou qualquer outro de sua preferência
  • 1 colher de chá de açafrão em pó, ou um pedacinho de raíz descascada
  • um fiozinho de mel

INSTRUÇÃO:

Bater no liquidificador frio ou quente. Se vc usou a raíz, deixe processar bastante tempo para pulverizá-la.

Pronto! hhmmmm…

 

 

Comente

Kombucha saborizada. Ou não! 13/06/2018

Enquanto reviso as páginas desta “bíblia” da kombucha, sinto me indecisa sobre qual é o melhor sabor de kombucha que já provei. Banana com chocolate ficou gravado na minha memória! ahhh tenho que fazer de novo! Kombucha é como música e as combinações são praticamente infinitas. Todas as combinações, entretanto, têm um começo em comum: chá, açúcar e s.c.o.b.y. (symbiotic culture of bacteria and yeast = cultura simbiótica de bactérias e leveduras). No Brasil deveríamos usar o nome c.s.d.b.l. mas como isso não tem como pronunciar, prosseguimos com o acrônimo Inglês mesmo.

Leia Mais

Comente

Macarrão de abobrinha ao pesto de brócolis 03/06/2018

Domingo é um ótimo dia para fazer algo diferente! Este prato é excelente sozinho ou acompanhado de um filé ou frango grelhado.

Uma deliciosa opção às pastas de trigo se sua intenção é regularizar a insulina ou consumir menos carboidrato.

INGREDIENTES:

1 abobrinha verde grande cortada em forma de macarrão ( existem ferramentas para isso ou vc pode fatiar fininho e cortar em tiras)

1 xícara de brocolis ( somente as flores)

1 cebola verde longa picadinha

1/2 xícara de folhas de manjericão

1/4 xícara de nozes chilenas neutralizadas

2 dentes de alho

1/4 xícara sopa de azeite de oliva

30 gr de queijo feta

suco de meio limão

parmesão ralado

sal e pimenta a gosto

INSTRUÇÃO:

Coloque uma panela grande com água para ferver.

Coloque todos os  ingredientes, exceto a abobrinha no processador e processe até a mistura ficar homogênia.

Quando a água está bem borbulhante jogue a abobrinha dentro por apenas 60 segundos. Escorra imediatamente. O ponto da abobrinha é importante para vc ter uma textura gostosa. Vc pode ajustar o cozimento ao seu gosto, mas cuide para não cozinha demais, pois pode desmanchar.

Sirva o molho pesto sobre a abobrinha e cubra com parmesão e .. pronto!

Bom proveito!

 

Comente